sábado, 30 de outubro de 2010

Simplicidade.


Você passa parte da vida acreditando que o que é realmente certo é abrir mão de determinados prazeres, pessoas, amores e costumes.
Se dedica a uma carreira, a um tipo de vida que pra você sempre foi o certo, o perfeito, o ideal. Consegue chegar a esse tipo.
Certo dia você acorda e vê que o tempo passou, seu amor está tão londe de você que você mal consegue lembrar como que é o rosto dele.
Sair já não é mais uma coisa especial. A noite é apenas um estado de espírito... e a tal da inspiração é como um sonho distante.
Ahhhh, respire fundo, apenas sinta. De que lado ficar? Para onde seguir? Como? Quando? Porque?
Se questiona o tempo todo e não vive.
No fundo, você deseja a simplicidade das coisas. Alguém que te ame ali mesmo, do lado da sua casa, ir ao cinema no final de semana, a rotina da faculdade, trabalho, curso, academia e afins. Você não deseja grandes e cinematográficos amores. Você deseja momentos, amores, amigos, todos eles simples.
A simplicidade não é uma faca de dois ou um lado. É uma faca de aço, só.

About Me

Ocorreu um erro neste gadget

Seguidores

Inspiradíssima 2010. Layout editado por Thai Leal. Tecnologia do Blogger.