quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Ano novo X Inspiração

Ah 2009, vá com Deus.
O ano começa a terminar e eu quero que isso tão logo aconteça.
Meu ano foi um tanto quanto parado, sentimentalmente falando. Aprendi muitas lições, chorei diversas vezes, algumas com motivos outras sem. Enfim, 2009 não foi bom para o coração.
Por outro lado foi um bom ano para a cabeça, lado profissional e sinto que em tão pouco tempo eu aprendi a reconhecer o paraíso. Depois de vivenciar o oposto dele.
A sensação, hoje, em relação a tudo de ruim que aconteceu comigo, é só de lembrança. Mas só meus bons e queridos amigos, sabem o quão difícil foi para mim passar por tantas mudanças em um curto espaço de tempo.
O fato é - o fim do ano se aproxima, período de provável reflexão, momentos insight são frequentes e mesmo assim, eu não me arrependo de nada.
A teoria do "Amor Maior" se desfez e hoje em dia só me preocupo em viver. Questionando tudo. E mesmo assim vivendo, sem muitas preocupações com coisas totalmente intangíveis e fúteis. Mas ainda assim vivendo. Sem perder a esperança de ser um dos motivos da alegria de alguém especial. Vivendo. Com com vontade de ser o "Amor Maior" de alguém. Assim, sem mais, apenas sendo, sentindo, deixando ser...


Inspiração.

Essa coisa doida, vontade de escrever, não tem me deixado em paz esses últimos dias.
Ansiedade talvez. Tenho vivido momentos importantes de lazer. Intensas vontades de estar do lado de alguém e apesar de querer fazer segredo, deixar acontecer, etc, etc. A inspiração que isso tudo me causa, não me deixa em paz. Nem mesmo de madrugada.
Ultimamente tenho tido a sensação gostosa de frio na barriga quando o telefone toca, coração disparado, ouvindo músicas mais do que o normal. E sempre encontrando um sentido diferente do que tinha encontrado da última vez.
O cursor do editor de texto não é mais um amigo bipolar que some e aparece. Ele tem ficado menos tempo pisacando. Enquanto eu, silenciosamente, coloco aqui os milhares de pensamentos, sórdidos ou não, de um dia inteiro.
Apesar dos dias chuvosos, minha vida tem sido bem primavera, alegre, muitas gargalhadas, mesmo de manhã.
Viva os bons momentos, viva a inspiração - por mais que ela não te deixe dormir.
sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Cavalheirismo e afins.

Após viver uma série de coisas difíceis. No início de um dia complicado, eu vivi uma situação pra lá de bonitinha.
Vinha andando por uma rua estreita, do outro lado um homem com poucas condições financeiras vinha empurrando um carrinho de mercado(???). Ele parou no meio do caminho e assim que passei, além de me mostrar um sorriso sem muitos dentes, ele tirou o boné e me desejou bom dia.

Em resumo: Educação é dever de todos. Mas cavalheirismo, ah cavalheirismo, nada tem a ver com condição financeira ou credo. Cavalheirismo é para poucos.

About Me

Ocorreu um erro neste gadget

Seguidores

Inspiradíssima 2010. Layout editado por Thai Leal. Tecnologia do Blogger.